domingo, 15 de janeiro de 2012

ARCO-ÍRIS

(imagem encontrada na NET)

Estendo os braços


Só eu

em cada lado da noite.


Fascinadas pelo silêncio

as palavras

marulham na alma

ternura... ternura... ternura


A forma do teu corpo

E uma mão

Simplesmente uma mão

pegando a minha


O sonho acontecia…


E acontecia

amor em cada gesto

Um afago simples

Só ternura


E na noite

Foste

O arco-íris…

9 comentários:

  1. Nunca vi um arco-íris assim, tão terno e tão lindo, como este.

    ResponderEliminar
  2. No sonho, a paleta das cores é um pouco diferente daquela com que pinta os seus quadros. :)

    ResponderEliminar
  3. Tem pelo menos uma vantagem, não é preciso lavar os pincéis.
    :)

    Volto a afirmar, eu nada percebo de pintura ou literatura mas tenho a minha sensibilidade...
    Gostei. "Prontos"!

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigada por ter gostado e sobretudo por o ter manifestado aqui.
    Pintando como pinta, como se atreve a dizer que não percebe nada de pintura? Não acha que a modéstia em excesso é vaidade?!
    Estou a ralhar por se menosprezar. "Prontos"!

    :)

    ResponderEliminar
  5. Respostas
    1. Olá, Smareis.
      Seja bem vinda! Obrigada pelo seu comentário.
      Boa semana também para si.
      Beijinho.

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Olá, Olímpio. Seja bem vindo! Há quanto tempo!
      Obrigada. Nem sempre conseguimos imprimir movimento ao sonho para que seja...

      Eliminar