sábado, 28 de abril de 2012

MEDITANDO

... cada palavra uma nuvem reparando os céus.


Mas o silêncio é um ovo às avessas: a casca é dos outros, mas quem se quebra somos nós.

Quem nunca aprendeu a querer como pode preferir?


Só há um modo de escaparmos de um lugar: é sairmos de nós. Só há um modo de sairmos de nós: é amarmos alguém.

Mia Couto, in a confissão da leoa

3 comentários:

  1. "Tristeza não é chorar. Tristeza é não ter para quem chorar".
    Ando a ler esse livro.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Preciso tanto de dormir! Não é descanso que procuro. Quero, sim,ausentar-me de mim. Dormir para não existir"

      Eu também ando a lê-lo. Quem diria????

      Aliás, não há livro de Mia Couto que não leia. Ele tem em mim uma admiradora incondicional (por enquanto...)

      Eliminar
    2. Voltei, Rui.
      E esta forma singela de descrever uma dor imensurável:

      "Pode-se enterrar uma filha, sim. Ela já o fizera antes. Mas não se regressa nunca dessa despedida. Ninguém pede mais atenção de uma mãe que um filho morto."

      Eliminar