quinta-feira, 21 de março de 2013

DIA MUNDIAL DA POESIA

Depois de uma quarta-feira para esquecer, rendi-me ao betaserc. Deixei de ter o mar nos ouvidos, passou-se me a cabeça para as nuvens.

Quão mais fácil não era ser a menina que brincava aos caranguejos, do que a velhota que queria ser búzio!

E hoje, dia Mundial da Poesia, peço a ajuda de Beryl Cook e Ary dos Santos para vos dedicar esta bela sinfonia.








Nona Sinfonia

É por dentro de um homem que se ouve
o tom mais alto que tiver a vida
a glória de cantar que tudo move
a força de viver enraivecida.

Num palácio de sons erguem-se as traves
que seguram o tecto da alegria
pedras que são ao mesmo tempo as aves
mais livres que voaram na poesia.

Para o alto se voltam as volutas
hieráticas    sagradas    impolutas
dos sons que surgem rangem e se somem.

Mas de baixo é que irrompem absolutas
as humanas palavras resolutas.
Por deus não basta. É mais preciso o Homem.

Ary dos Santos, in 'O Sangue das Palavras'

2 comentários:

  1. Tantas comorações! Até me perco, nesse mundo virtual...hoje, é dia "disso", amanhã "daquilo", depois de amanhã "daquil'outro"...Isso, é muito bom! Sendo hoje, o dia mundial da poesia, mais poesias serão publicadas e mais lidas, com certeza!

    Obrigada e parabéns, Isabel,pela bela escolha, e pelo dia que é, hoje!
    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje é também o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial. Mais uma efeméride. :))

      Muito obrigada pela sua visita Lúcia. Seja bem vinda. Volte sempre.

      Forte abraço.

      Eliminar