terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

PENSAMENTO

Hoje acordei sem vontade de acordar. Acordei com vontade de continuar a dormir indefinidamente. Talvez porque estou doente dos olhos e isso me deprime mas, felizmente, logo que acordo sou incapaz de ficar na cama.

Cumpri o ritual das manhãs de terça-feira e mais para me convencer a mim do que propriamente para “brincar” com um amigo recente, pródigo em complicados pensamentos “filosóficos”, enviei-lhe um e-mail com o seguinte conteúdo: Só é preciso um sorriso para transformar um dia cinzento num dia de Primavera.

E não é que de imediato brilhou no céu um Sol esplendoroso?

Acho que algum anjo, do céu, se riu para mim.

4 comentários:

  1. Nem imagino como seria o dia se em vez de um sorriso fosse uma gargalhada…
    :)

    ResponderEliminar
  2. Que sorte que tens anjos que te sorriem do céu!

    ResponderEliminar
  3. Há belos sítios de mistério
    Onde não há dias cinzentos...
    Onde a etérea Primavera
    Faz sorrisos doces e lentos.

    ResponderEliminar
  4. A etérea Primavera está no nosso coração quando o sorriso dos amigos nos conforta.
    Bem hajam!

    ResponderEliminar