domingo, 6 de janeiro de 2013

KILLING ME SOFTLY


E não tendo o poeta mais para dizer, pegou nas palavras e arremessou-as ao vento...
O eco brincou... cumpriu-se a música.




2 comentários:

  1. LIIIIINdo, Isabel!

    Sempre que a visito arrependo-me de ter feito um grande interregno -----mas a VIDA é assim ... por vezes rouba-nos prazeres que adoramos :( :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Maria Helena, pela sua gentileza.

      E não é que a outra Maria Helena também é uma delícia?! Como eu gosto de debater ideias com a sua filha! Pena só nos encontrarmos uma vez por mês, no "Clube do Livro da Arquivo", numas escassas duas horas. Sou obrigada a concluir que a simpatia e a gentileza, no vosso caso, são genéticas. :)

      Eliminar