terça-feira, 1 de janeiro de 2013

CHEGOU





Reservei a este ano de 2013, dois abraços:

O primeiro



É um abraço verde, um abraço de esperança. A esperança de viver mais trezentos  e sessenta e cinco dias, com saúde e o afeto dos que me rodeiam.

O segundo:



É um abraço preto. Porque preto significa ausência de cor, é um abraço sem cor, recetivo às "pinceladas" de que se vistam os dias. Traduz a minha disposição para enfrentar a vida, seja ela o que for, com determinação e coragem. Queira Deus que consiga!

Para todos vós, tenho muitos abraços brancos, que são os que contêm todas as cores do arco-íris.



6 comentários:

  1. Uma maneira toda cheia de energia para começar o ano!

    Venha de lá esse abraço branco, que, por mim também estou na disposição de fazer a minha parte para que possamos levar de vencida este malvado que se nos está a configurar uma grande aventesma.

    Mas, tal como os marinheiros de 500, domaram o Adamastor, também nós haveremos de domar esta besta!

    Bom 2013, Isabel, mesmo contra ventos e marés, se necessário for.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah! Assim +é que eu gosto que escreva, cheio de garra, com determinação. Havemos de conseguir esfolar a "fera"... :) Que não nos falte a saúde!

      Um abraço fraterno.

      Já espreitei do blog da Zaira. Li o texto sobre Confúcio. Voltarei. Um abraço também para ela.

      Eliminar
  2. Até ver este vídeo pensava que o André Rieu era o máximo, afinal enganei-me...
    :)

    Misturando verde esmeralda, ocre, vermelho escarlate, e violeta obtém-se o preto, agora o que isso significa não sei, como sou daltónico....

    Venha daí esse abraço.
    Bom Ano!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois! Eu continuo a preferir André Rieu... Só lhe cortaria o cabelo :) mas como isso não o impede de tocar excecionalmante violino, perdoo-lhe a "falha"... :)Como às vezes até fecho os olhos para ouvir melhor, passa-me ao lado o destempero capilar :)))

      Quanto ao Rui... parece-me que com a dúvida que o assalta corre o risco de nem ouvir os violinos... :)

      Cá vai um abraço fraterno. Reparta-o com a Any.

      Eliminar
  3. Abri os meus braços para receber teus abraços.Abre os teus para os meus receberes.
    Que 2013 seja um ano cheio de caminhos que nos levem ao planeta mais brilhante chamado ESPERANÇA.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rosarinho! Tantos anos lado a lado cumprindo a mesma rota...
      Os teus abraços serão sempre bem vindos e podes contar incondicionalmente com os meus. É assim a amizade.
      Ah! Que pelo menos a esperança não nos levem. Eu sou dessas teimosamente e irracionalmente: Alquimista em VERDE a procurar o elixir da longa vida.
      Um forte abreijo, com votos de um Novo Ano muito feliz, para ti e para os teus.

      Eliminar